Buscando a notícia para você desde 2007 - Região dos Lagos - Ano 2016 -

Dicas e Truques - Veja alguns golpes na internet que você pode evita-los.

Esta difícil de acreditar no quanto os bandidos são criativos na hora de aplicar um golpe. Cada vez mais, os criminosos se municiam da tecnologia para tentar enganar e tirar vantagem dos mais desavisados.

Em Arraial do Cabo, uma professora foi vitima deste golpe quando criminosos se passaram por funcionários do Banco do Brasil.

E assim como no ambiente real, o ambiente virtual também está cheio de pessoas de má índole buscando vitimas para seus golpes. Portanto, se prevenir é uma grande necessidade.

Lembre-se que com as ferramentas virtuais cada vez mais desenvolvidas, ao mesmo em que elas trazem facilidade para todos, elas também aprendem portas para que criminosos cometam fraudes. 

Confira abaixo os seis golpes mais aplicados na Internet no Brasil e as recomendações feitas pela delegada Daniela Terra, titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informatica, que entrevista ao portal Extra, explanou a respeito de como se precaver contra eles:

1 – Falsos anúncios

Se há uma coisa que não falta – e que causa muita dor de cabeça – na Internet sãos falsos anúncios. Embora esse golpe seja antigo, ainda nos dias de hoje ele faz muitas vitimas. Normalmente, as pessoas que compram objetos em classificados online, grupos de Facebook ou em sites de credibilidade duvidosa, acabam pagando por produtos que nunca são entregues. Vc deposita o dinheiro e nunca recebe o que comprou. E o inverso também pode acontecer. Muitas vezes o vendedor entrega o produto antes de receber o valor e no final acaba ficando sem os dois.

A orientação de Daniela é, primeiramente, desconfiar. Se for comprar ou vender algo pela Internet, dê preferência a sites conhecidos e que garantam a transação financeira e um reembolso a possíveis prejuízos. E se a venda se concretizar pessoalmente, sempre a deixe marcada para locais públicos e movimentados.

2 – Desvio de central telefônica

O que acontece aqui: um criminoso entra em contato com a sua vitima e explica que há um problema em sua conta e pede para que ela entre em contato com o seu banco. A essa altura, os hackers já dão acesso ao numero do telefone, interceptam a ligação realizada e se passam por um atendente do banco. Com a vitima pensando que está sendo atendida por alguém da instituição, ela não vai desconfiar e passará todas as informações que forem pedidas, como dados pessoais e senhas. E ao término da ligação, o golpe está concretizado.

A FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos) recomenda que as pessoas procurem o telefone da central de atendimento do banco em contas ou documentos e fazer a ligação de um outro telefone, não do que recebeu a chamada suspeita. Alem disso, outra orientação é para nunca informar dados pessoais ou digitar senhas apos receber uma ligação que pareça suspeita.

3 – Falso emprego

Em meio à crise que estamos vivendo, emprego é um assunto delicado e que os golpistas sabem como investir. A delegada ressalta para que seja tomado muito cuidado com ofertas de emprego pelo Facebook, principalmente quando os supostos recrutadores pedem um deposito antes da pessoa começar a trabalhar, prometendo que o valor será facilmente recuperado e aumentado. A orientação para este caso é simples: em nenhuma hipotese deposite algum valor acreditando que isso garantirá um emprego.

4 – Mensagem de texto que supostamente foi encaminhada pelo banco

Golpes que envolvem bancos são dos mais comuns. De acordo com Daniela, a vitima recebe um SMS como se fosse do banco pedindo a atualização de dados. Essa mensagem de texto é apenas uma isca, e, ao clicar no link ou seguir o passo a passo, o cliente acaba passando informações pessoais para os criminosos”.

O que você mais precisa se atentar nesse tipo de situação é para o fato de que os bancos não costumam enviar esse tipo de mensagem. Então se você receber alguma do tipo, desconfie.

5 – Hacker pede para cliente desbloquear aplicativo

Em Arraial do Cabo, Rio de Janeiro, uma professora foi vítima deste golpe quando criminosos se passaram por funcionários do Banco do Brasil. Os golpistas entraram em contato para tentar fazer a cliente desbloquear o acesso deles ao aplicativo da conta bancaria dela.

Assim como no exemplo anterior, os bancos não costumam fazer tal solicitação. A FEBRABAN orienta os clientes bancários a nunca informarem senhas ou dados pessoais em sites que não sejam do banco ou para terceiros que as solicitam.
Nunca informe seus dados a terceiros ou os digite em sites que você não conhece

6 – Desbloqueio de iPhone para assaltantes

Fique muito atento, pois este é um golpe que está sendo cada vez mais aplicado. A delegada conta que pessoas que tiveram seu iPhone roubado receberam mensagens que supostamente seriam da Apple. As mensagens prometem auxilio para que o parelho roubado seja encontrado e nelas são pedidos informações, que os criminosos usam para desbloqueá-lo e revende-lo.

A Apple não encaminha este tipo de mensagem para os usuarios do iPhone, portanto, não informe seus dados e nem informações sobre o aparelho.

Estes não são os únicos golpes virtuais que acontecem. E alem disso, muitos hackers usam de seu conhecimento para conseguir informações sigilosas (ou simplesmente prejudicar os usuários) por meio de ví­rus e afins. Portanto, sempre fique muito atento e desconfie de tudo.


Imagem : Thinkstock
Texto     : boainformação.com.br